Porto Velho - de 2017

A+ A-
14/06/2017 - Fiero
Educadores debatem evasão escolar em seminário realizado pelo Movimento Rondônia pela Educação

O tema foi debatido no quarto seminário que o Movimento Rondônia pela Educação realizou segunda-feira, 12, no auditório das Faculdades Integradas Aparício Carvalho – Fimca e Metropolitana, onde se reuniram especialistas, professores da rede básica estadual, diretores de escolas, pedagogos, alunos de Licenciatura, com o objetivo de debater temas voltados à melhoria do ensino no estado.

 

 

O presidente da Fiero, Marcelo Thomé parabenizou a doutora Raquel Serbino pela maneira assertiva e positiva que tem materializado o propósito do Movimento com o objetivo primordial de impulsionar a educação de Rondônia, com reflexões verdadeiras e de ação imediata. “O sucesso dos seminários realizados em parceria com importantes instituições de ensino superior de Porto Velho, comprova que estamos no caminho certo. É primordial que os parceiros do Movimento continuem engajados, pois somente com ações efetivas e eficazes melhoraremos o ensino no estado”, disse.

 

 

A coordenadora estadual do Movimento Rondônia pela Educação, Raquel Serbino, mediou os debates, como fez nos seminários anteriores realizados na São Lucas, Uniron e Unir. Ela lembra que no Brasil, a evasão escolar é um grande desafio para as escolas, pais e para o sistema educacional. “Os dados de reprovação e evasão escolar podem ser as causas de notas baixas relatadas pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb-2015-2016). Assim como o analfabetismo, a evasão escolar é um problema que merece muita atenção. Por isso traremos à pauta mais este tema relevante. Unidos somos mais fortes e mais cabeças pensantes e atuantes poderão encontrar soluções para mudar este cenário”, alertou.

 

 

Segundo Raquel, ao colocar vários especialistas falando sobre determinados temas durante vinte minutos, o público teve um panorama sobre a teoria que embaça os indicadores, dados e problemas enfrentados como metas do Movimento e também foram promovidas importantes reflexões sobre a ações necessárias para a melhora da qualidade de ensino em Rondônia.  “A realização dos seminários foi uma ideia muito feliz do comitê técnico do Movimento Rondônia pela Educação”, afirmou Raquel Serbino. “Conseguimos reunir especialistas para abordar os temas escolhidos e que fizeram parte dos quatro seminários que realizamos na São Lucas, Uniron, Unir e finalizamos com este na Fimca-Metropolitana, debatendo a evasão escolar”, disse.

 

 

“Nestas reuniões tivemos a presença de mais de trezentas pessoas, entre alunos e professores da universidade e das redes de ensino estadual e municipal. Esta clientela que se juntou para debater questões como o reforço e a recuperação, a formação dos professores, analfabetismo e por fim, mas não menos impactante, a evasão escolar, talvez o mais cruel dos problemas e que provoca o fracasso escolar. Estes são problemas pontuais que o Movimento e seus parceiros objetivam superar”, explicou.

 

 

 

A professora Aparecida Meireles, representando a Seduc, falou dos Indicadores de Evasão Escolar em Rondônia. Em seguida foi a vez da professora Cláudia Elisangela B. S. Almeida, das Faculdades Fimca e Metropolitana, que discorreu sobre as causas da evasão escolar. Também participaram como ministrantes, o professor Wendell Fiori de Faria, da Unir, que palestrou sobre Gestão da Permanência de Alunos Matriculados. O representante do Ministério Público de Rondônia (MPRO), Dr. Rodney Pereira de Paula apresentou as ações empreendidas pelos Órgãos de Controle Combatem a Evasão Escolar. Encerrando o debate, a docente Antônia Antonísia Lima, da Escola Rio Madeira, apresentou casos de Sucesso em Permanência de Alunos na Escola.

 

 

Cláudia Elisangela Almeida, professora do curso de Pedagogia da faculdade Metropolitana, falou das causas da evasão escolar no ensino fundamental, ensino médio e superior. “O nível de evasão nos anos iniciais é menor. Os índices começam a se elevar nos anos finais, no ensino médio. Os alunos alegam que trabalham e chegam cansados para assistir aula. No caso do ensino superior, os acadêmicos alegam não conseguir dar continuidade ao curso por questões financeiras”.

 

 

A professora Aparecida Meireles, da Gerência de Controle, Avaliação e Estatística da Seduc, ressaltou o Movimento como uma iniciativa importante, pois veio agregar às ações que a Secretaria está realizando sobre esta pauta. “A educação tem seus desafios. É importante a participação de todos e aqui neste seminário contamos com expressiva representatividade da nossa sociedade”, explicou.

 

 

O procurador de Justiça do Ministério Público de Rondônia Rodney Pereira de Paula, discorreu sobre como os órgãos de controle combatem a evasão escolar. “O MPRO está envolvido com o Movimento Rondônia pela Educação empenhado também para a melhoria da educação no estado. Dados e estatísticas referentes à evasão escolar estão sendo montados pela Seduc, Ministério Público de Rondônia, Tribunal de Contas do estado, que vão sistematizar ações com o objetivo de reduzir os índices do fluxo do baixo rendimento escolar no estado”, finalizou.

 

 

De acordo com o diretor geral das Faculdades Fimca e Metropolitana, Aparício Carvalho, a partir do momento em que as pessoas envolvidas no processo educacional de Rondônia se unem para debater questões relacionadas, por exemplo, ao analfabetismo e a evasão escolar, demonstra que este é um trabalho sério e todos imbuídos do mesmo propósito, unidos pelo mesmo caminho, logicamente estas ações têm reflexo positivo no processo educacional e no desenvolvimento no estado. A Fiero está de parabéns por esta brilhante iniciativa em prol da melhoria do ensino no nosso estado”, comentou.  

 

 

Assessoria de Comunicação Social do Sistema Fiero

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Sistema Fiero

Voltar

Outras Notícias
14/12/2017 - Sesi - Senai - IEL - RO

 

FIERO - FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE RONDÔNIA
Rua Rui Barbosa, nº 1112 - Edifício Armando Monteiro Neto
Porto Velho - RO - CEP 76.801-186

SAC - Serviço de Atendimento ao Cliente
(69) 3216-3400 ou FAX (69)3216-3424
comunicacao.fiero@fiero.org.br